Temer se nega a aplaudir juiz Sergio Moro e eleva tensão

Evento em São Paulo foi marcado por 'desdém' de mandatário.

A tensão entre o governo de Michel Temer e os responsáveis pela Operação Lava Jato teve mais um capítulo: o mandatário, que foi denunciado por corrupção, desdenhou publicamente do juiz Sergio Moro.

Na noite desta terça-feira (5), o magistrado anticorrupção Moro recebeu o prêmio de "Personagem do Ano" dado pela revista "IstoÉ" durante uma cerimônia realizada em São Paulo - que contou com a presença de Temer.

Quando o juiz foi receber o troféu, o presidente permaneceu sentado e sem aplaudir, em foto que repercutiu pela imprensa brasileira nesta quarta-feira (6). Tanto os sites como os jornais deram destaque ao fato de que nenhum membro do governo que estava no palco aplaudiu o juiz símbolo da Operação Lava Jato.

Por outro lado, em seu discurso, Moro pediu que Temer reforce a luta contra a corrupção - e pediu mais recursos financeiros para combater o crime organizado. O gesto eloquente de Temer contra Moro somou-se a outros episódios recentes que deixaram em evidência a tensão entre o poder Executivo e os responsáveis da causa Lava Jato.

Neste ano, a Procuradoria-Geral da República acusou Temer e os ministros Moreira Franco (que estava no evento) e Eliseu Padilha de serem membros de uma "associação criminosa" que recebeu R$ 587 milhões em propinas.

Para o mandatário do PMDB, essa foi uma denúncia feita para "desestabilizar" seu governo e chegou a pedir a suspensão do procurador que o acusou, o ex-titular da PGR Rodrigo Janot. Já os membros das forças-tarefas da Lava Jato fazem frequentes críticas públicas ao governo Temer.

O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa, acusou o Poder Executivo de "encurralar" os responsáveis pelo processo cortando o orçamento das investigações e removendo funcionários.


Fonte: WH3
A.M

Outras Notícias

Justiça condena PT a indenizar Luciano Hang e a Havan

O juiz Tanit Daltoé, da 2ª Vara Cível de Itajaí, condenou o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em ...

PF indicia Michel Temer e filha Maristela por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

BRASÍLIA — Após 13 meses de investigação, a Polícia Federal(PF) finalizou o inquérito que apurava se o presidente Mic...

TSE conclui apuração do 1º turno e registra abstenção de 20,33%

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concluiu às 21h20 de segunda-feira, 8, a apuração dos votos do primeiro turno das...

Candidatos barrados pela Justiça recebem 3,7 milhões de votos

Os candidatos com registro rejeitado pela Justiça Eleitoral mas que ainda têm recursos pendentes nos tribunais region...