Alexandre Lopes, presidente do Inep, e Camilo Mussi, diretor de tecnologia — Foto: Mateus Rodrigues/TV Globo

Inep: com suspeita de vazamento, provas do Encceja estão sob risco

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Ribeiro Lopes, disse na noite desta terça-feira (21/05/2019) que ocorreu uma quebra de protocolo na segurança para a produção do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Segundo ele, ao menos dois servidores responsáveis pelo envio da prova à gráfica em São Paulo terão suas exonerações publicadas no Diário Oficial desta quarta-feira (22/05/2019). Com isso, Lopes admite que há o risco de o exame não ser aplicado neste ano.

Inicialmente, a data do exame estava prevista para o dia 25 de agosto, com provas aplicadas pela manhã e pela tarde.

Uma eventual troca de data do Encceja vai depender se a equipe de avaliação de risco do Inep alegar que será preciso elaborar um novo banco de questões.

Embora o presidente do instituto tenha informado que o conteúdo da prova não foi vazado, como o protocolo de segurança foi quebrado, a hipótese está em análise.

“Houve a quebra no protocolo de segurança do Inep. Até o momento, não tivemos conhecimento sobre o vazamento da prova. Mas, em função desta quebra, estamos desligando as pessoas envolvidas”, declarou. “O importante é que o Inep tenha credibilidade”.

O protocolo de segurança é feito em duas partes separadas: um servidor leva a prova gravada em uma mídia para São Paulo. Outro leva a senha para abrir a mídia em uma “sala segura” da gráfica onde o Inep imprime o exame.

Terceira pessoa
Os servidores viajam em voos diferentes, justamente para manter o sigilo das informações. A quebra do protocolo ocorreu quando a pessoa que foi levar a senha a esqueceu em Brasília e precisou ligar para um supervisor que estava no instituto. Este servidor entrou na sala segura do Inep para recuperar o código, o que contraria as regras de segurança da instituição.

Câmeras de segurança registraram o momento em que uma terceira pessoa teve acesso à senha e fez a ligação para a responsável por transportá-la à gráfica.

De acordo com Lopes, o envio físico da prova e do código serve para que não haja interceptação dos dados. Como o contato foi feito por celular, as informações já não estão seguras.

A gráfica responsável pela impressão é a Valid Soluções S.A. O Inep fechou contrato para imprimir o Encceja em 30 de abril e, nesta terça, também assinou o contrato para o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

Risco para Enem?
Questionado se o mesmo problema poderia acontecer com o sigilo da prova do Enem, Lopes ressaltou que o as regras de segurança são mais rigorosas. “A prova e a senha são escoltadas pela Polícia Federal, que acompanha e inclusive filma o momento em que a mídia é aberta na sala segura da gráfica”,explicou. “A falha na segurança ocorreu no Inep e não na gráfica”, acrescentou.

Apesar do imprevisto, Lopes informa aos interessados em participar do Encceja que as inscrições continuam. Começaram na última segunda (20/05/2019) e encerram em 31 de maio.

Em menos de 48 horas, segundo o Inep, já tinham sido registrados 730 mil inscritos – 119 mil para o Ensino Fundamental e 611 mil para o Ensino Médio. A prova é destinada a jovens e adultos que não tiveram a oportunidade de concluir seus estudos na idade apropriada e estão interessados em obter um certificado. A inscrição é gratuita e deve ser feita pelo Sistema Encceja.

Metropoles

Outras Notícias

Acessos a banda larga diminuem em Piratuba no mês de maio

O quinto mês deste ano foi de queda no acesso à internet banda larga em Piratuba. Os números foram revelados pela agê...

Segunda edição da Festa do Roupão de Piratuba tem data definida

A aguardada e única Festa do Roupão já tem data definida. A segunda edição deste evento do gênero que se tem conhecim...

Câmara de Vereadores rejeita projeto para instalação de bloqueadores de ar

Após rejeição por parte da comissão de constituição, justiça, redação de leis e veto, o legislativo Piratubense rejei...

Vereadora Cláudia sugere aumento da licença paternidade para funcionários públicos de Piratuba

A vereadora Cláudia Jung (MDB) protocolou nos últimos dias, indicação que modifica o estatuto dos servidores públicos...