Diretora celebra a parceria entre a APP e o poder público. Imagem: Rádio Piratuba FM

Educação implanta câmeras de segurança em unidades escolares de Piratuba

Já está em funcionamento o sistema de videomonitoramento em tempo real de salas de aula e repartições coletivas da Escola Amélia Poletto Hepp. A instituição que atende cerca de 600 estudantes do ensino fundamental, contava com um sistema, que com o passar dos anos revelou-se ineficiente.

Com o novo sistema, além dos 32 pontos que já existiam, outras 16 câmeras foram instaladas, garantindo plena cobertura em pontos cegos e na ala antiga da instituição. Espaços como Ginásio de Esportes Professor Sérgio A. Hack e o refeitório, também tiveram os equipamentos instalados.

O banco de armazenamento de imagens também foi reconfigurado com novos componentes. Segundo a secretária de Educação de Piratuba, Magrid Auler, os investimentos são superiores à R$ 20.000,00 mil reais, com participação da Associação de Pais e Professores – APP da escola, por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola - (PDDE), que custeou os serviços de instalação.

Outra instituição que também passou por reaparelhamento da estrutura monitoramento, foi a Escola Infantil Passinho Inicial. Na unidade um moderno sistema passou a operar com capacidade para 32 câmeras de alta definição. As imagens são geradas em tempo real e armazenadas em dados.

A Associação de Pais e Professores – APP da escola, por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola - (PDDE), custeou os serviços de instalação. “Já tínhamos discutido esse assunto com a diretoria da APP e consideramos que esse investimento se fazia necessário. Pais me procuraram, principalmente depois daquela onda de boatos de ataque na escola, e então decidimos ser parceiros. Um investimento necessário para segurança”, contou o presidente da APP, Juliano Cowacicz.


A Secretaria de Educação, considera que os novos sistemas trazem maior segurança para os estudantes, além de garantias de um ambiente vigiado, o que garante tranquilidade aos pais: “Esta é uma resposta firme às famílias que tem filhos atendidos por nossas unidades, na certeza de que nada que aconteça no ambiente escolar passe por despercebido de nosso olhar. Nas próximas semanas devemos construir uma cerca entre a lateral do ginásio e o término do muro da escola Amélia Poletto Hepp”, afirma a secretária Magrid Auler.

A próxima etapa do projeto prevê a licitação para instalação dos sistemas nas unidades escolares da zona rural.

Ernoy Mattiello e Magronada

Outras Notícias

Sargento Lima propõe estacionamento gratuito por uma hora em emergências

Quem leva um doente até a emergência, normalmente, o conduz até os atendentes, acompanha o primeiro encaminhamento e ...

Estudo revela detalhes do poço termal

A Companhia Hidromineral de Piratuba, concluiu nesta semana, o exame de perfilagem óptica do poço termal. O procedime...

Igreja Assembleia de Deus prepara mais uma edição da Conferência Influência

Acontece neste final de semana em Piratuba, mais uma edição da "Conferência Influência", congresso voltado aos jovens...

Homem sofre descarga elétrica ao trabalhar na rede de fibra óptica

Um homem de 25 anos sofreu uma descarga elétrica enquanto trabalhava. Ele deu entrada no Hospital de Piratuba/Ipira p...