Os trinta minutos cruciais que impediram a destruição total de Notre-Dame

Os 850 anos de idade da catedral de Notre-Dame foram salvos de uma destruição completa graças a uma janela de tempo de 15 a 30 minutos, segundo afirmou o secretário de Estado do Interior da França.

Laurent Nuñez exaltou a "coragem e determinação" dos bombeiros que "arriscaram suas próprias vidas" para salvar a estrutura principal e as duas torres da catedral. Por outro lado, não resistiram ao incêndio o telhado e a agulha do monumento.

"Sabemos que tudo se resumiu a 15-30 minutos", declarou Nuñez, acrescentando que a polícia e os bombeiros passarão as próximas 48 horas avaliando a segurança atual da estrutura.

"Estes agentes colocaram suas vidas em risco para atacar o incêndio desde o interior (da catedral), o que permitiu salvar a construção."

Parte da estratégia essencial usada pelos bombeiros foi criar uma espécie de parede de água entre o segmento da construção que pegava fogo e as duas torres da fachada oeste.

Segundo o governo francês, cerca de 500 bombeiros participaram da operação.

Reconstrução deve durar cinco anos, diz Macron
A causa do incêndio ainda é desconhecida.

O promotor Rémy Heitz, porém, disse que sua equipe acredita na "teoria de um acidente", mas que 50 pessoas foram designadas para investigar a origem do fogo.

Outros representantes de órgãos públicos já sugeriram que o incidente está relacionado a obras de restauração que estavam em curso na catedral.

Agora, o presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou que serão necessários cinco anos para que a reconstrução aconteça - tornando, segundo Macron, a igreja "ainda mais bonita".

"Vamos transformar esta catástrofe em uma oportunidade de união", disse.

Mas Eric Fischer, diretor da fundação designada para restaurar a catedral de Estrasburgo - também na França, e com 1000 anos de idade - disse à agência AFP que a reconstrução de Notre-Dame pode levar "décadas".

MSN

Fotos

Outras Notícias

Acosta Ñu: a sangrenta batalha em que crianças lutaram contra o Exército do Brasil na Guerra do Paraguai

Assim foi descrito o confronto pelo jornalista Julio José Chiavenato em Genocídio Americano: a Guerra do Paraguai, pu...

Sucuri 'posa' para foto e até lambe a câmera em rio de águas transparentes em MS

O cinegrafista, fotógrafo e empresário do turismo Juca Ygarapé fez um registro inusitado nas águas transparentes do r...

Volkswagen encerra produção mundial do Fusca

A Volkswagen encerrou oficialmente a produção mundial do Fusca (agora chamado apenas de Beetle) nesta quarta-feira (1...

Meditação não acalma todo mundo, diz estudo

Um dos maiores estereótipos de se fazer coisas relaxantes — como meditação — pode causar desconforto em algumas pesso...