Jackson Lahr também foi condenado a pagar os custos processuais e as despesas do funeral das três vítimas

Autor de triplo homicídio em Cunha Porã é condenado a 101 anos de prisão

Encerrou na noite desta terça-feira (26) o julgamento do réu Jackson Lahr, acusado de matar três irmãs no dia 27 de fevereiro de 2017. O crime ocorreu na Linha Sabiazinho, interior de Cunha Porã, deixando como vítimas Rafaela Horbach, de 15 anos que era ex-namorada do réu, e as irmãs Fabiane de 12 anos e Juliane de 23 anos. Na noite do crime, também ficou ferido Gilvane Meyer, de 25 anos, marido de Juliane.

O júri popular foi realizado no auditório do Sicoob em Cunha Porã. O réu foi condenado a pena de 101 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado. Ele também foi condenado a pagar os custos processuais e as despesas do funeral das três vítimas. Jackson Lahr já estava preso na Unidade Prisional de Maravilha.

A defesa do acusado é composta pelos advogados Adilson Luiz Raimondi e Heronflin Angelo Dallalibera. A acusação é feita pelo Ministério Público, com a Promotora de Justiça Karen Damian Pacheco Pinto, e pelos advogados assistentes de acusação Juliana Andreia Bertoldo e Gustavo Segala. A juíza substituta de Cunha Porã, Janaína Linsmeyer Berbigier conduziu os trabalhos.

Fonte: WH Comunicações com colaboração da Rede Vale de Comunicação

Outras Notícias

Polícia Militar apreende cocaína e objeto para utilização de droga no interior de Piratuba

Na madrugada desta sexta-feira (15), a Polícia Militar realizou a apreensão de 5.9 gramas de cocaína e objeto para o ...

PRF amplia a fiscalização durante o feriado da Proclamação da República em rodovias de todo o Brasil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lança à zero hora desta quinta-feira (14) a Operação Proclamação da República 2019...

Homem atira em bar e mata três pessoas, em Sério

Três homens foram mortos e dois ficaram feridos após um ataque em um bar no interior da cidade de Sério, no Vale do T...

Haitiano que depredou 40 veículos em Joinville passará por avaliação psiquiátrica 29 outubro 2019

Um haitiano acusado de danificar mais de 40 veículos no estacionamento de uma empresa, em Joinville, esteve no Fórum ...