De acordo com EPTC, ocorrência se encaixa no perfil que mais se envolve nos acidentes com mortes: homens de 25 a 40 anos, sem habilitação e que conduz

Moto com cerca de R$ 2 milhões em multas é apreendida em Porto Alegre

Uma moto com registros de 457 multas, que somadas, chegam a cerca de R$ 2 milhões, foi apreendida durante uma blitz da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) na Avenida Farrapos, em Porto Alegre, na madrugada de sábado (23). O condutor foi liberado.

De acordo com o órgão municipal, a moto com placas de Alvorada está registrada no nome de uma microempresa. Por isso, um condutor precisa ser apresentado a cada multa. Como isso não aconteceu, uma nova autuação foi gerada para praticamente todas as infrações.

O valor muda conforme a reincidência. Por isso, no caso da moto, chegou a R$ 1.928.290,17. O total das 457 multas, porém, não abrange outras irregularidades encontradas na abordagem: documentação atrasada, condução sem habilitação, recusa ao bafômetro e um problema constatado na placa.
De acordo com o gerente de fiscalização de trânsito da EPTC, Paulo Ramires, a ocorrência se encaixa no perfil que mais se envolve nos acidentes com mortes: homens de 25 a 40 anos, sem habilitação e que conduzem alcoolizados ou em alta velocidade.

Fonte: G1
A.M

Outras Notícias

PRF amplia a fiscalização durante o feriado da Proclamação da República em rodovias de todo o Brasil

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) lança à zero hora desta quinta-feira (14) a Operação Proclamação da República 2019...

Homem atira em bar e mata três pessoas, em Sério

Três homens foram mortos e dois ficaram feridos após um ataque em um bar no interior da cidade de Sério, no Vale do T...

Haitiano que depredou 40 veículos em Joinville passará por avaliação psiquiátrica 29 outubro 2019

Um haitiano acusado de danificar mais de 40 veículos no estacionamento de uma empresa, em Joinville, esteve no Fórum ...

Sem provas, homem não consegue ver a ex-mulher condenada por perturbar seu sossego

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina absolveu uma mulher de Campos Novos, região serrana do ...